segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Crie um plano




O progresso só é possível quando se tem um plano que detalhe com precisão como chegar do ponto em que estou hoje ao ponto que quero alcançar. Apenas com um caminho traçado se pode chegar a algum lado...
No entanto, não é incomum, sabermos em que ponto se está, sabermos aonde queremos chegar, mas ainda não termos ideia quanto ao caminho a seguir. 

A solução?
Procure pessoas que tenham obtido os resultados que deseja, descubra como os conquistaram e proceda exatamente da mesma forma! 

Existe um recurso muito interessante utilizado no Método DeROSE que nos pode ajudar bastante neste processo. Trata-se do conceito de “identificação” o qual “consiste num recurso de origens tântricas que visa produzir um fenómeno muito peculiar em que o praticante se identifica de tal maneira com o objeto de concentração que passa a possuir as características desse objeto.”[1]

Com a prática regular desta “identificação”, o praticante vai conseguir criar uma conexão com o objeto para o qual direcionou a consciência, até chegar à sua essência. No limite, observador e objeto de observação, fundem-se numa mesma coisa, transformando-se num só. Esse objeto de observação pode ser desde elementos da natureza a objetos inanimados, pessoas vivas ou que viveram noutras épocas; animais ou qualquer coisa que possua características com as quais me identifique e que, como tal, transformarei em elemento de concentração e meditação, tendo em vista a sua incorporação.
Quando se pratica com alguém que já obteve os resultados que se pretende atingir, torna-se mais fácil entender como se chega a esses resultados, absorver os sentimentos, os estados emocionais, as atitudes e os hábitos que conduziram aquela pessoa à meta que procuro agora alcançar. E então a partir daí ter-se-á uma boa base para se criar um plano rumo ao sucesso...




Caso não encontre referências deverá fazer uso dos seus recursos internos. Existem várias ferramentas para usar a criatividade no sentido de encontrar novos caminhos para atingir as suas metas. Uma boa estratégia será usar o conceito de Engenharia Reversa, que é aplicada na compreensão da conceção de produtos.
A Engenharia Reversa consiste em, partindo de um produto final, ir recuando no tempo, procurando perceber os passos que conduziram até esse resultado, começando pelo último passo até chegar ao momento presente. Assim, aplicando este conceito ao estabelecimento de metas e das ações a assumir para lá chegar, fazemos a reflexão do percurso inverso, pensando qual seria o último passo a assumir para alcançar a meta, depois o penúltimo, o antepenúltimo, e assim sucessivamente até percebermos qual a primeira ação a ser tomada rumo ao nosso objetivo.
Assim, poderá traçar um plano claro, compreendendo a sequência de ações que o conduzirão a onde quer chegar.

[1] DEROSE, Tratado de Yôga, pág. 151, São Paulo, Edições Afrontamento, 2009

Sem comentários: